Conheça Aracaju, capital que sediará o Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos em 2023

Conheça Aracaju, capital que sediará o Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos em 2023

XXV SBRH acontecerá de de 19 a 24 de novembro de 2023, em Aracaju – SE 

Com 167 anos de existência, Aracaju é a capital Sergipana, uma capital acolhedora e apaixonante. 

Aracaju foi a primeira capital planejada do Brasil. Na cidade as ruas foram planejadas para serem dispostas em uma projeção geométrica organizada.  Além disso, Aracaju já foi declarada pelo Ministério da Saúde como a capital da qualidade de vida e chama atenção pelos hábitos saudáveis dos moradores. A capital é a segunda do país com menor índice de fumantes do Brasil.

Aracaju é uma cidade que permite que você viva tudo que existe de positivo e que sinta toda essa energia sem perder a segurança e a comodidade. A capital do estado é um verdadeiro espetáculo e o calor do verão parece aquecer os corações também, pois todos se sentem acolhidos e livres para se divertir na cidade.

Por fim, Aracaju será sede do XXV Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos que acontecerá de 19 a 24 de novembro de 2023.

Não perca esta oportunidade de participar de um dos maiores eventos de recursos hídricos do país. Em breve mais informações.

Sobre o XXV SBRH

Em novembro de 2023, Sergipe se torna “Estado das Águas”, ao sediar, em Aracaju, o XXV Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, que acontece a cada dois anos e reúne profissionais da área acadêmica e sociedade para compartilhamento e discussão de assuntos relevantes da área. O simpósio abrange os recursos hídricos nas mais diversas esferas, abordando desde planejamento e gestão, processos hidráulicos, hidrologia urbana, até proteção de mananciais e recuperação ambiental de bacias, além de trazer para o debate as inovações em monitoramento e gestão de dados. São assuntos atuais, que ampliam as discussões acerca do conteúdo hídrico.

Promovido pela Associação Brasileira de Recursos Hídricos (ABRhidro), o encontro terá duração de cinco dias, e promete reunir mais de 3 mil pessoas, entre representantes de órgãos públicos e privados, estudantes, pesquisadores e profissionais de setores usuários que se participarão de debates sobre a água no Brasil.